terça-feira, 20 de janeiro de 2015

O Barato sai caro...



Relato enviado por convidado do blog kissclass. Todas as idéias e manifesto refletem justamente o título do texto em questão...
- Sou empresário, estabilizado financeiramente, pai de família típica brasileira de um razoável poder aquisitivo. Sempre gostei de relaxar e curtir experiências gostosas dessas que só podem ser desfrutada junto de uma garota de programa, acompanhante executiva de alto luxo, porém á algum tempo tive que me privar por conta da crise do pais que só vem colocando em nosso “rabo”, e eis que resolveria economizar desse meu prazeroso Rob, foi quando decidi que não iria mais pagar nenhuma acompanhante e aproveitar essa fase que as novinhas estão tudo querendo dar de graça em troca de presentinhos supérfluo... Instalei um desses aplicativos que tem por ai em meu iphone e comei a investir nessa aventura...
A primeira garota que conheci vou chamá-la de Patrícia para preservar sua identidade, se encaixava dentro dos padrões de beleza que sempre busco para me divertir, começamos a conversar, já tinha seus contatos de aplicativos de conversa sem ser em sala de bate papo, me mandava fotos excitantes que acabei a convidando para jantar claro com o intuito de á levar para a cama e de fazer dela a sobremesa (rsrsrs...). Reservei um bom restaurante e a Patrícia me pediu para buscá-la apesar dela morar em um bairro bem distante resolvi ser cordial e fui ao seu encontro que levou em média uma hora em meia para chegar até lá... me perdi com o GPS entrei em buracos inusitáveis até que consegui chegar... Quando ela entrou no meu carro quase tive um ataque de tanto espirrar, aquele perfume nada discreto exala em minhas narinas que a única preocupação que eu tinha era depois do encontro levar meu carro para lavar, para não deixar nenhum vestígio, pois com já mencionei sou casado e bem conservador aos olhos da sociedade.
Ao chegar ao restaurante nos encaminharam para a mesa reservada, onde logo atentei a sua educação nesses tipos de lugares e percebi que ela nunca havia pisado em um restaurante como aquele e para me preservar pedi para no colocar em um lugar mais escondido, aliás, o mais escondido que tivesse, pois estava envergonhado com suas atitudes... Almoçamos, bebemos (apesar dela não saber o significado de beber socialmente deixei ela se soltar...) a conversa não estava nada agradável, mais como já tinha chegado até lá resolvi dar continuidade. Ao sair do restaurante a convidei para ir á um lugar mais reservado para nos conhecermos melhor sugerindo um motel e me deparo com a seguinte resposta: Ainda é cedo para isso meu querido não costumo transar no primeiro encontro e bla bla bla... Insisti, pois naquele momento percebi a merda que tinha feito e não iria me contentar só com uma punheta...
Chegamos ao motel peguei a suíte mais barata que tinha disponível, pois dali em diante não investiria mais nada, aproveitei seu péssimo estado de lucidez por conta das bebidas que ela havia tomado e resolvi me diverti.
Até aí já havia desembolsado em média um R$ 580,00 se não foi mais só para passar uma tarde de descontração com essa garota, fora o stress e desconforto com a sua presença...
Na cama o seu desempenho eu diria foi assim... Péssimo, mais falava do que atuava, não queria passar de papai, mamãe e frango assado... Porra isso eu faço na minha casa e de graça... No resumo da historia ficou me ficou uma lição que o barato sai caro!!! E tem certas coisas que não dá para se privar e nem tentar substituir...
Não, não há levei embora não... Paguei um taxi, preferi ficar no prejuízo a ter que aturá-la por mais uma hora e meia... Sem contar que quase acabei com meu casamento por conta dessa frustrante aventura, tive que trocar de celular, pois a infeliz não parava de ligar...

Sobre o autor do artigo, é um de nossos visitantes assíduos do KISSCLASS.COM e bem conhecido em fórum de acompanhantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESTAQUE

Porque pagar uma acompanhante

Por ter repercutido o post anterior enviado por um de nossos visitantes, vamos dar continuidade ao assunto... No mundo de hoje estamos vi...

MAIS VISITADAS